Jregional

NOTÍCIA

Data: Quinta-feira, 25/02/2010 00:00

Vereador preso por corrupção é afastado; suplente assume

Fonte: Só Notícias/Editoria
 

O juiz Anderson Candiotto afastou, por tempo indeterminado, o vereador Ervino Kovaleski, de Marcelândia ( 200 km de Sinop), que está preso há mais de um mês, em Sinop, acusado de receber propina para votar em um determinado candidato a presidente da câmara municipal. O pedido havia sido feito pelo Ministério Público, no último dia 12. O promotor Dannilo Preti Vieira sustentou que há provas de corrupção contra Ervino, acusado de receber dinheiro para votar em um determinado candidato a presidente da câmara municipal e, recentemente, ter pedido R$ 6 mil, um terreno e uma chácara, ao presidente do DEM, para permanecer no grupo de oposição e não voltar para a base de sustentação do prefeito.

O promotor confirmou, ao Só Notícias, que encaminhou hoje, ao Judiciário, denúncia por "corrupção em continuidade delitiva e levagem de dinheiro". No inquérito da Polícia Civil, constam dados da movimentação bancária do vereador que estaria acima de sua renda mensal. A justiça havia autorizado a quebra de sigilo bancário de um determinado período de 2009, e encontrou fortes indícios que o parlamentar movimentou dinheiro acima da média dos meses anteriores.

A câmara municipal já foi notificada do afastamento de Ervino. O suplente Olimpio Pereira Novaes (PPS) será empossado na sessão da próxima segunda-feira.