NOTÍCIAS RÁPIDAS
NOTICIAS

Cleber Lima do Prado deixa secretaria de finanças da prefeitura de Juara e em seu lugar assume o chefe de gabinete Márcio Roberto Matos.

15/01/2014
Fonte: Show de Notícias





O staff da administração de Edson Piovesan na prefeitura de Juara sofre a terceira mudança em cinco meses de governo.


Segundo informações colhidas pelo Show de Notícias, que não foram divulgadas ainda pelo governo municipal, o contabilista Cleber Lima Prado não é mais o secretário de finanças do município, desde o dia 31 de dezembro de 2013.

 



De acordo com o próprio Cleber, a sua saída se deu por motivos particulares, já que um dos seus funcionários no escritório pediu demissão e outro passou em um concurso e também deverá deixar o trabalho.

 



Cleber disse que a informação ainda não foi passada para a imprensa por que pretende fechar um balanço geral e fazer uma prestação de contas do período em que permaneceu no comando das finanças do município.

 

 



O substituto de Cleber é o chefe de gabinete Márcio Roberto Matos. Também não houve informação se essa substituição é definitiva ou apenas temporária. Também não há informação de quem é o substituto de Márcio na chefia de gabinete do prefeito Edson Piovesan.

 

 



Em 18 de outubro de 2013 a administração de Edson Piovesan sofreu a primeira baixa com a saída do secretário de saúde Auro Souza Brito, que deixou o cargo sem muitas explicações e para o seu lugar o prefeito escolheu a Primeira Dama Anita Piovesan.

 

 


No início do mês de novembro a imprensa descobriu que Ângela Alcanforado teria assumido a Secretaria de Administração do Município, em substituição à Márcia Regina Araújo e que havia irregularidade em sua nomeação, uma vez que ela veio de São José do Rio Claro e não tinha domicílios eleitoral e residencial de, no mínimo, 120 dias, conforme determina a Lei Orgânica do Município. Ela foi exonerada e permaneceu na prefeitura em um cargo de segundo escalão, com Márcia sendo mantida no comando da secretaria até Ângela conseguir cumprir os requisitos exigidos pela Carta Magna Municipal.

FACEBOOK